Jundiai - SP

Os benefícios do abraço

Os benefícios do abraço

"O melhor lugar do mundo/ É dentro de um abraço..."

(Jota Quest)

Quem não gosta de um abraço? Sabe aquele abraço apertado, sincero e cheio de afeto entre duas pessoas que se amam? Os cientistas descobriram que além da sensação de bem estar e satisfação imediata que um abraço proporciona, existem muitos outros benefícios que melhoram a saúde física e mental das pessoas envolvidas no abraço.

A simples conexão física do abraço libera oxitocina suficiente para relaxar os músculos e aliviar dores, reduzindo também a pressão arterial e diminuindo os níveis de cortisol, conhecido como o hormônio do estresse.

Quando damos abraços e somos abraçados, temos a sensação de bem-estar e satisfação.

Veja aqui quais são os benefícios dos abraços para a saúde:

Abraços fazem bem à saúde

Estudos mostram que os abraços têm o poder de reduzir os batimentos cardíacos e a pressão sanguínea, além de diminuir o risco de doenças cardíacas. Isso ocorre porque a pele possui uma rede de centros de pressão que ficam em contato com o cérebro por meio de nervos conectados a vários órgãos, inclusive o coração.

Um abraço também é capaz de fortalecer o sistema imunológico. A leve pressão no esterno e a descarga emocional ativam o chakra do plexo solar, que por sua vez estimula a glândula timo. Esta glândula regula e equilibra a produção de glóbulos brancos, contribuindo para a manutenção de altos níveis de imunidade.

Abraços deixam as pessoas mais felizes

Dar ou receber um abraço é a forma mais simples de fazer o corpo liberar oxitocina, conhecida como o hormônio do amor e da felicidade. Ela aumenta os sentimentos de apego, conexão, confiança e intimidade e ajuda a curar a solidão, o isolamento e até a raiva.

O abraço é processado pelo sistema nervoso como uma recompensa, e por isso tem um impacto importante na mente humana, fazendo com que tenhamos uma sensação de felicidade e alegria. Não importa se estamos abraçando ou sendo abraçados, a simples conexão física com o outro já nos deixa mais felizes.

Abraços reduzem o estresse

Estudos encontraram evidências de que pessoas que foram mais abraçadas na infância demonstram menos sintomas de estresse na vida adulta. A afeição física também ajuda a atenuar nossas reações a situações estressantes e contribui para reduzir a ansiedade.

Outro benefício é o fato de que abraçar alguém relaxa os músculos, ajudando a liberar e diminuir a tensão no corpo, deixando-nos mais calmos e relaxados.

Os abraços foram incluídos na mesma categoria do riso e da meditação. Os três são considerados atividades que relaxam e nos ajudam a estar completamente presentes no momento, esquecendo temporariamente dos problemas que enfrentamos no dia a dia. 

Leia também:   

Saúde mental, como encontrar o equilíbrio?   

O que é o Coaching e quais os benefícios que ele pode proporcionar?   

Coach Gislaine Bispo realiza palestra sobre bullying em escola Municipal de Itupeva 

Abraços desenvolvem relacionamentos

Os relacionamentos são parte fundamental das nossas vidas. Amar e ser amado é algo que todos buscamos, e os abraços podem ser parte importante deste objetivo.

A troca de energia que ocorre durante um abraço é um investimento no relacionamento, e ajuda a criar empatia e compreensão. Dessa forma, as relações se fortalecem e adquirem níveis mais profundos, fato importante pois relacionamentos positivos são fundamentais para trazer felicidade a todas as áreas de nossas vidas.