Jundiai - SP

Conheça os benefícios do azeite

Conheça os benefícios do azeite

A preocupação com a saúde tem crescido muito nos últimos anos. E a cada dia que passa, mais pessoas ficam conscientes da necessidade de incluir o azeite de oliva na dieta por razões de saúde.

O alto nível de antioxidantes, e o fato de ser uma gordura “saudável”, fazem do azeite de oliva um alimento completo no quesito prevenção de inúmeros males.

Porém, para aproveitar as propriedades do azeite, seu consumo ou uso não precisam ser exagerados, ainda mais se o objetivo for emagrecer. A recomendação de consumo é de 1 colher de sobremesa por dia.

O azeite também é rico em polifenois, responsáveis pelo seu sabor característico, e que possuem ação antioxidante, ajudam na prevenção de doenças cardiovasculares, protegem contra alguns tipos de câncer, e tem papel importante na produção de compostos que mediam a inflamação no organismo. Além disso, o teor de antioxidantes determina a estabilidade do azeite, ou seja, sua conservação e sua resistência.

como é feito o azeite de oliva?

O azeite de oliva é obtido a partir da prensagem de azeitonas maduras, que é tratado exclusivamente por processos físicos: lavagem, moagem, prensa fria e centrifugação.

Não são adicionados produtos químicos para agilizar a extração, por isso, o resultado é um produto de boa qualidade, não fermentado e de baixa acidez. Por sofrer prensagem a frio, são necessários 6 kg de matéria-prima para se obter 1 litro de azeite.

tipos de azeite

Diversos fatores influenciam na qualidade do azeite de oliva, como a variedade da azeitona, condições climáticas na etapa de produção, tipo de solo, práticas do cultivo, estado de maturação do fruto, acidez e tempo de processamento das azeitonas após a colheita. Sendo assim, o azeite pode ser classificado em diferentes tipos:

azeite extravirgem

Possui acidez menor ou igual a 0,80%, e é bem avaliado nos testes sensoriais. É um produtos de alta qualidade e normalmente utilizado na finalização de pratos ou saladas.

azeite virgem

 Boa qualidade, mas pode apresentar “defeitos” de cheiro e sabor em comparação ao azeite extravirgem. Apresenta acidez entre 0,8 a 2%.

azeite virgem lampante

Tem acidez superior a 2%. Não pode ser consumido diretamente e, para que possa ser comercializado, deve passar por refinação. A partir do azeite lampante, podem ser fabricados mais dois tipos de azeites:

Azeite refinado: obtido de azeitonas com alterações sensoriais, normalmente devido a problemas climáticos. Através do refino, é eliminado problemas referente a cor, sabor, aroma, além de parte das vitaminas e outros nutrientes. Porém, a estrutura química do azeite não é modificada, resultando em um produto com acidez máxima de 0,3%. Não é vendido aos consumidores, sendo destinado exclusivamente ao uso industrial. O azeite refinado pode ser misturado com outros tipos de azeite, como o azeite virgem ou extravirgem. Deve possuir acidez igual ou inferior a 1% e é classificado como azeite de oliva.

Azeite composto: é um azeite de qualidade inferior, constituído de azeite refinado misturado com outros tipos de óleos, como o óleo de soja.

Benefícios do azeite

Diabetes Tipo 2: O Azeite de Oliva é rico em gorduras monoinsaturadas que ajudam na prevenção da Diabetes Tipo 2.

Obesidade: O Azeite de Oliva pode ajudar no controle do peso, devido ao seu alto índice de nutrientes.

Saúde do Coração: Ajuda no retardo do envelhecimento cardíaco em conjunto com os antioxidantes que oferecem uma proteção contra a deterioração das células vermelhas do sangue.

Leia também:   

Saúde mental, como encontrar o equilíbrio?   

O que é o Coaching e quais os benefícios que ele pode proporcionar?   

Coach Gislaine Bispo realiza palestra sobre bullying em escola Municipal de Itupeva 

Pressão Sanguínea: Tomar Azeite de Oliva todos os dias pode reduzir a hipertensão.

Depressão: Pessoas que seguem a Dieta Mediterrânea, que é rica em Azeite de Oliva, possuem menor risco de desenvolverem depressão.

Cabelos Danificados: O Azeite de Oliva pode ser usado como um hidratante natural nos cabelos, evitando pontas duplas e o ressecamento.

Saúde da Pele: É usado em produtos para a pele pois é rico em antioxidantes e vitaminas A e E.

Digestão: Ajuda a ter uma sensação de saciedade, e ajuda o estômago a digerir os alimentos mais lentamente.