Jundiai - SP

Depressão

Depressão

Todos, alguma vez na vida, já ouviram falar de depressão, mas você sabe o que é realmente depressão?

O que é depressão?

O transtorno depressivo se distingue da tristeza não patológica de modo quantitativo, em

intensidade e profundidade, ela é caracterizada por um período prolongado de humor triste,

vazio ou irritável. A depressão é transversal a todos as competências pessoais, prejudica o

desempenho social e o sujeito tem a percepção do seu estado afetivo estar inalterado.

O cérebro deprimido apresenta alterações significativas, há um desequilíbrio entre os

hemisférios cerebrais, o direito torna-se mais ativo, enquanto o esquerdo se retrai. O

hipocampo também se altera, tornando menos ativo, gerando letargia por não organização dos

movimentos. A amígdala é mais acionada, intensifica medo e ansiedade, passando a enviar

mensagens negativas ao córtex cerebral. Há, também, uma deficiência no nível dos

neurotransmissores cerebrais (serotonina, noradrenalina e dopamina), e isso dificulta a

comunicação entre os neurônios.

Quais são as causas?

Existem casos em que a depressão pode ocorrer devido a fatores genéticos, mas ainda há outras causas orgânicas e psicológicas para que o problema se manifeste.

O mais adequado é falarmos de fatores de risco para a depressão. Isso significa que nem sempre uma pessoa que passe por certas situações irá necessariamente ter depressão.

Os seguintes indicativos podem colaborar para o diagnóstico de depressão: 

Experiências estressantes (físicas ou emocionais);

Trauma ou abuso na primeira infância;

Abuso de álcool ou drogas;

Problemas de saúde ou dores crônicas;

Deficiência de neurotransmissores;

Alterações na estrutura do cérebro;

Doenças cerebrais;

Distúrbios do sono;

Familiares (pai, mãe e irmãos) com doença mental.

Leia também:

1ª LEI DA AUTO-RESPONSABILIDADE: SE É PARA CRITICAR OS OUTROS, CALE-SE!

2ª LEI DA AUTO-RESPONSABILIDADE: SE É PRA RECLAMAR, DÊ SUGESTÃO!

 

COACHING EXECUTIVO

TRANSFORMANDO SONHOS EM OBJETIVOS E OBJETIVOS EM REALIZAÇÕES!

Sintomas:

Geralmente a pessoa pode apresentar dois ou mais dos seguintes sintomas:

Apatia

Falta de motivação

Medos que antes não existiam

Dificuldade de concentração

Perda ou aumento de apetite

Alto grau de pessimismo

Indecisão

Insegurança

Insônia

Falta de vontade em fazer atividades antes prazerosas

Sensação de vazio

Irritabilidade

Raciocínio mais lento

Esquecimento

Ansiedade

Angústia.

Além disso, o indivíduo pode apresentar alguns sintomas físicos que os médicos não conseguem encontrar causas aparentes, como:

Dores de barriga

Má digestão

Azia

Constipação

Flatulência

Tensão na nuca e nos ombros

Dores de cabeça

Dores no corpo

Pressão no peito.

Conselho

Ou seja, se você conhece alguém que tenha depressão não relativize essa doença. E não diga que é falta de Deus. Isso é uma coisa séria que precisa ser tratada. Cuide dessa pessoa e tente entender e ajudar no que ela está passando.