Saiba o que fazer em Bofete: a terra do Gigante Adormecido

Saiba o que fazer em Bofete: a terra do Gigante Adormecido
Compartilhe:

Bofete vai te surpreender com atrações de ecoturismo e suas deslumbrantes paisagens. Com 650 km quadrados de área, o município abriga diversas atrações ligadas diretamente à natureza. Uma cidade calma e tranquila para quem quer relaxar.

Confira os melhores passeios para fazer nessa cidade charmosa e acolhedora:

  1. Morro do Bofete

O Morro do Bofete é um dos principais pontos turísticos da cidade. E não é para menos, pois foi graça a esse monumento natural que a cidade recebeu esse nome.

Segundo se conta, havia no morro uma pequena câmara escavada na rocha, onde os tropeiros que viajavam de Minas Gerais ao Paraná costumavam guardar alimentos não perecíveis e água fresca para seus colegas que utilizavam a mesma rota. Este acordo, que por sinal persiste ainda hoje na Floresta Amazônica entre seringueiros e garimpeiros, perdurou, na região, até o início do século XX e determinou, assim, que o nome do dito relevo fosse "Morro do Buffet", que, em francês, quer dizer, literalmente, "aparador de comida".

A denominação, obviamente, foi abrasileirada para Bofete e acabou se impondo ao pequeno vilarejo, que até ali se chamava "Samambaia", "Freguesia do Rio Bonito" e "Bofete" que pertenceu, sucessivamente, a Botucatu e Tatuí, até se emancipar como vila.

  1. Morro do Gigante Adormecido

Outro ponto turístico muitíssimo importante no município é o Gigante Adormecido, conhecido como protetor oficial de Bofete. A enorme formação geológica lembra a silhueta de um homem deitado, que os moradores acreditam proteger a cidade. Neste contexto as Três Pedras (outro ponto turístico da cidade) seriam os pés do gigante.

Ele tem cerca de 8 km de comprimento e cumpre um papel importante para fortalecer o turismo rural.

  1. Três Pedras

A formação rochosa popularmente conhecida como Três Pedras é um conjunto de morros testemunhos, situado na propriedade particular denominada Sítio Três Pedras. Um local repleto de lendas sobre tesouros escondidos sob suas pedras e que oferece uma das mais belas vistas da região.

Conta-se que os jesuítas deslocavam-se pela região, com um carregamento de ouro, quando foram atacados por povos indígenas. Os jesuítas então se refugiaram na Pedra do Meio, onde descobriram uma entrada secreta e enterraram todo o ouro, mas acabaram sendo mortos pelos indígenas e a tal entrada secreta nunca foi descoberta, encontrando-se até hoje enterrado todo aquele tesouro.

As Três Pedras formam os pés de outro monumento natural famoso na cidade, o Gigante Adormecido.

  1. Praça Matriz Bofete

Localizada no Centro da cidade, a Praça da Matriz é um importante marco na cidade e um de seus principais pontos turísticos.

Nela está localizada a Igreja Matriz. E além de ser uma área boa para passear e relaxar, a praça também é toda decorada em led e a iluminação durante a noite fica linda.

É lá inclusive que acontece a celebração da virada do ano.

  1. Queijaria Belafazenda

Para quem gosta de queijo, a Queijaria Belafazenda é o programa ideal para fechar o roteiro com ‘chave de ouro’.

A queijaria fundada em 2017 por Carolina Vilhena, veterinária de formação que decidiu dedicar-se exclusivamente aos queijos, está localizada na cidade de Bofete, a 198km da capital. A queijeira trabalha com leite de vacas Jersey da sua própria criação e fabrica queijos de leite cru fermentados com kefir.

A marca oferece variedades como o Azul de Bofete, queijo azul de massa mole e aroma marcante, e o Bem Brasil Rústico, de massa mole e casca mofada, ligeiramente ácido, ambos maturados por 60 dias. Já o Soberano, tem massa prensada e não cozida, o que resulta em um queijo firme, com aroma que remete à amêndoas, oferecido em peças de 5kg, maturadas por 6 meses a 1 ano, ou de 1kg, que maturam por 90 dias.

Todos os queijos são feitos com ingredientes orgânicos.

A loja fica aberta para degustação e venda de queijos aos sábados das 8h às 11h, mediante agendamento prévio.

Também é possível comprar produtos pelo site e retirar na fazenda no mesmo horário. Não deixe de provar essas delícias!

 

Gostou da dica? Saiba mais sobre onde visitar no interior de SP.

 

Créditos da Imagem: Descubra Botucatu

Salas Comerciais e Coworking Jundiaí - Espaço Comercial Villa Medeiros
Ver
Coworking Jundiaí

Sala Coworking completa, individual, ideal para reuniões, cursos, atendimentos, audiências, etc...

Elis Salles - Jundiaí - Itupeva
A palavra que me representa bem é empreendedora, atuamente estou administrando o Espaço Comercial Villa Medeiros com Salas Comerciais e Coworking e investindo no Refúgios no Interior de SP. Algumas atividades agregam minha trajetória profissional como empresária no mercado imobiliário durante 15 anos (2005-2020), Corretora de Imóveis (Creci f-68203), Avaliadora de Imóveis (Cnai 22634), escritora, practitioner em pnl, web designer e especialista em Marketing.

Você Pode Gostar: