Jundiai - SP

11 Dicas para o cuidado com a voz

Consultamos a professora de música Ana Dourado, para saber um pouco mais sobre os cuidados que devemos ter cim a voz, principalmente profissionais que utilizam a voz, como cantores, locutores e professores.

De acordo com Ana Dourado, para usar a voz para o canto, por exemplo, alguns tem dom, mas se houver empenho para estudar e aperfeiçoar, qualquer pessoa pode aprender a cantar. Entretanto ela afirma que os cuidados são fundamentais.

Ana sugere que antes de iniciar aulas de canto ou mesmo para exercer alguma atividade com a voz, é fundamental que um médico otorrinolaringologista seja consultado, para avaliações e se necessário a realização de exames aprofundados que determinarão como está sua saúde vocal. Existem instituições para formação de profissionais da voz que exigem exames para o ingresso do aluno.

Pessoas com rouquidão ou perda de voz frequente precisam checar o motivo, que pode ser causado não apenas por problemas vocais, mas também por alergia, refluxo, entre outros. Apenas um médico, com exames detalhados pode determinar o motivo.

Há também fonoaudiólogo, que é o profissional da área de saúde responsável por tratar deficiências de fala, audição, voz, escrita ou leitura. Ele trabalha na fala e no canto, na reabilitação das disfonias e com atenção especial a prevenção dos problemas de voz, como quando se torna áspera, rouca ou de difícil omissão.

Ana Dourado reforça que um professor de canto ensina a cantar e não cabe a ele diagnosticar doenças ou problemas vocais. Enfatiza que trabalhar com a voz já com um problema pré-existe pode causar danos ainda maiores.

E durante o processo de aprendizado para o canto, não adianta dominar as técnicas, se não houver o cuidado com a voz.

Confira abaixo as dicas que poderão ser usadas por qualquer pessoa, entretanto, de extrema importância a todos que utilizam da voz com maior frequência:  

  1. Faça alongamento corporal, principalmente na região do ombro/ pescoço, antes de iniciar o uso da voz.
  2. Faça aquecimento vocal. As pregas vocais, assim como os nossos músculos do corpo, precisam se aquecidas antes de iniciar as atividades.
  3. Faça muita hidratação da garganta com água, principalmente durante o uso da voz.
  4. Tenha período de descanso e sono suficiente, pois assim conseguirá melhores resultados de sua voz.
  5. Evite pigarrear, pois não é saudável para a voz, por ferir as pregas vocais, por meio da reação do atrito.
  6. Evite o consumo de fumo, pois além de provar diversas doenças, a fumaça resseca as pregas vocais dificultando a vibração e pode provocar edema.
  7. Evite bebida alcoólica, visto que o consumo de bebida alcoólica, além de causar irritação e edema nas pregas vocais, reduz as respostas de defesa do organismo e provoca anestesia da faringe, reduzindo a sensibilidade da região
  8. Não usar drogas ilícitas. A inalação de maconha, por exemplo, faz com que a fumaça entre em alta temperatura na região da laringe, causando extrema secura do trato vocal e aumento de muco, tendo como consequência uma voz grave e pastosa entre outras alterações no organismo.
  9. Evite gritar ou falar alto, pois provoca grande desgaste na laringe, pois a mesma é utilizada em força máxima. Isso pode provocar cansaço ou fadiga, aumentando os riscos de lesões nas pregas vocais.
  10. Evite tomar bebida gelada e sorvete, para evitar o choque térmico brusco. Quando for inevitável, tome a bebida de vagar ou segure por alguns segundos nas boca.
  11. Evite falar ou cantar durante um período muito prolongado, pois devido ao esforço prolongado, aumenta o risco de lesões nas pregas vocais. 

Com essas dicas para o cuidado com a voz, certamente você sentirá um maior desempenho e usará a sua voz da maneira adequada.

Ana Dourado está Cursando 3° ano de Canto Popular e Pós Graduação em Educação Musical.

Atua com cantos para eventos e casamentos, também ministra aulas particulares de canto para iniciantes na cidade de Itupeva.

Telefone para contato 011 9.9561-5412