Jundiai - SP

Hoje acendem as luzes de Natal em Portugal

A maior parte dos portugueses são cristãos e, por isso, o Natal é uma data tão importante – reservada especialmente a família. Se você vai viajar em Dezembro, vai perceber o quanto o país se mobiliza para estas festividades.

Hoje a partir das 18 horas acendem as luzes de Natal de Lisboa com árvore de natal gigante de 30 metros e dois milhões de luzes

Este ano, o Natal vai viver-se em grande na capital: a já famosa árvore de Natal vai chegar aos 30 metros, o equivalente à altura da Torre de Belém. A estrutura estará obviamente cheia de luzes e acende-se ao mesmo tempo em que serão ligadas mais de dois milhões e 350 mil lâmpadas LED na capital. 29 de novembro. É que este é o dia em que Lisboa volta a ficar decorada de Natal. As luzes vão ser ligadas nesse dia na Praça do Comércio pelas 18 horas. 27 Km  o equivalente à distância entre Lisboa e Cascais. No final, vão iluminar as ruas de Lisboa na época natalícia, garantindo uma poupança energética na ordem dos 80 por cento. 

A razão para redobrar os gastos com as luzes natalícias é o turismo. O objetivo é que a iluminação deste ano se coadune com o estatuto que a cidade tem hoje, de melhor cidade europeia para city breaks. Ao todo são dois milhões de lâmpadas LED, de baixo consumo, a iluminar 34 avenidas, ruas e praças da capital. A maior parte da instalação das luzes já está concluída, faltando apenas ultimar algumas avenidas e artérias da capital.  Também vão existir duas árvores de Natal gigantes, uma na Praça do Comércio e outra na Praça do Rossio. O calendário de eventos que antecedem o Natal também foi reforçado e traz inovações.

As tradições de Natal em Portugal

Tradicionalmente, as famílias reúnem-se no dia 24 de dezembro e, à mesa do jantar, servem-se preferencialmente pratos de bacalhau, embora o peru assado e outros pratos de carne também integrem a ceia. Para a sobremesa, não falta o Bolo Rei, recheado com frutas cristalizadas ou com frutas secas, além das deliciosas frituras tradicionais: as filhós, os sonhos e as rabanadas.

À meia-noite celebra-se a Missa do Galo e nas igrejas, assim como em muitas casas, há um lugar especial para o presépio, a recriação do estábulo onde nasceu Jesus – uma ideia de São Francisco de Assis no séc. XIII que é bastante comum em Portugal.

Em algumas regiões como Bragança, Guarda ou Castelo Branco, é feita uma grande fogueira nas áreas externas das igrejas. Isso serve de ponto de encontro para reunir amigos e vizinhos e desejar um Feliz Natal entre todos. Se você quer assistir a esta tradição, sugerimos uma visita à Aldeia Natal de Cabeça, no concelho de Seia.

Em 6 de janeiro, no Dia de Reis, as festas terminam com as “Janeiras”. Na rua ou em monumentos e igrejas, ouvem-se estes cantos tradicionais para desejar votos de Feliz Ano Novo.