Jundiai - SP

Bairro Jardim São Vicente - Itupeva - SP

Em 1955, muito tempo antes de nos tornarmos um município, o Sr. Vicente Lopes da Costa, Um empreendedor imobiliário de Campinas, já acreditava no futuro de Itupeva.

O Vicentão, como aqui ficou conhecido, adquiriu uma parte da antiga fazenda São João da Via Sacra, parte esta que Compreende o quadrilátero formado pelas avenidas Brasil, Guanabara, Itália e rua Vicente de Paula Tartalha.

A procura pelos lotes foi grande, Itupeva estava crescendo em função da mineração, e por outro lado os agricultores tinham onde aplicar seus lucros com a uva. Por esse motivo recebeu o nome da Jardim São Vicente.

Tempos dificeis, e o famoso corretor Vicente Lopes da Costa  "Vicentão", já cansado e com diabetes comentou no Cartório com Dorival Raymundo que estava com dificuldades de vender os resto do loteamento com 275 lotes, o mesmo  perguntou o preço e condições, em seguida falou " eu vou vender os 275 lotes". Vicentão deu uma sonora e longa gargalhada e disse "sou corretor há 50 anos, e há mais de 6 meses procuro vender e você, aqui em Itupeva diz que vai vender?". Três dias depois Dorival ligou para Vicentão, em Campinas, comunicando-lhe que tinha vendido o loteamento.

A primeira residência a ser construída no novo bairro foi a do Sr. Francisco Cardoso da Silva, que estava se aposentando da Sorocabana e fincou raízes nesta terra.

A casa permaneceu por quase 30 anos na avenida Brasil, esquina com a rua Vereador José Polli, dando lugar ao 1º prédio de Itupeva, que por anos teve as instalações do Banco do Brasil.

Nos dias atuais a agência do Banco do Brasil fica em frente ao prédio.

Fonte: Mémorias de Itupeva - Rogério Pansonato

Fotos: Elisângela Salles - Salles Imóveis e Empreendimentos

http://www.salles.imb.br/