Que Tal Relembrar o Zoológico de Jundiaí - Vale dos Guaribas

Que Tal Relembrar o Zoológico de Jundiaí - Vale dos Guaribas
Que Tal Relembrar o Zoológico de Jundiaí - Vale dos Guaribas
Que Tal Relembrar o Zoológico de Jundiaí - Vale dos Guaribas
Que Tal Relembrar o Zoológico de Jundiaí - Vale dos Guaribas
Que Tal Relembrar o Zoológico de Jundiaí - Vale dos Guaribas
Que Tal Relembrar o Zoológico de Jundiaí - Vale dos Guaribas
Que Tal Relembrar o Zoológico de Jundiaí - Vale dos Guaribas
Compartilhe:

Quem tem mais que quarenta anos, vai lembrar do Zoológico de Jundiaí o Vale dos Guaribas que funcionava no início da Estrada de Itatiba, algo que me traz lembranças boas, meu finado pai me levava aos finais de semana para passear.

O Vale dos Guaribas é um destes locais que os jundiaienses com idade entre 40 e 50 anos guarda com carinho no coração. No início da rodovia Constância Cintra, a estrada de Itatiba, o vale guardava dezenas de animais. Era o zoológico de Jundiaí, administrado pelo jornalista Hélio Lunardi, que tinha amor incondicional pelos bichos. Ele morreu em 2013, com 76 anos.

O zoológico começou no alto do Jardim Boa Vista, vila Aparecida, com o nome zoológico e restaurante Mirante, depois se mudou para o início da pista de Itatiba.

O zoológico de Jundiaí funcionou durante todos anos 1980 até início dos anos 1990. Ficava quase em frente a entrada para à entrada da rua Carlos Gomes. Local simples mas muito aconchegante e era muito visitado por famílias de toda a região.

Aos sábados tinha shows de música sertaneja privilegiando músicos locais. Lunardi planejou o parque como um espaço onde pudesse aliar o amor que tinha pelos animais com a preservação e educação ambiental. Foi um lutador, um incansável batalhador.

Manter o parque demandava muito dinheiro e as verbas necessárias vinham apenas da bilheteria. Com os gastos altos e bilheteria deficitária, Lunardi teve de encerrar as atividades. Logo após o incansável ambientalista criou uma ONG, a ADIPAS (Associação Direcionada na Preservação dos Animais Silvestres), na região do bairro da Roseira e cuidava de mais de 50 animais animais vítimas de maus tratos e tráfico.

O local era mantido por Lunardi e amigos. A ONG também recebia escolas para educar crianças e adolescentes sobre a importância da preservação do meio ambiente. Numa época de crise financeira da entidade, Lunardi ameaçou ir à sessão da Câmara Municipal com todos os animais da ONG para acelerar o projeto de liberação de verbas.

As fotos são do acervo do Sebo Jundiaí de Maurício Ferreira.

 

Salas Comerciais e Coworking Jundiaí - Espaço Comercial Villa Medeiros
Ver
Coworking Jundiaí

Sala Coworking completa, individual, ideal para reuniões, cursos, atendimentos, audiências, etc...

Elis Salles - Jundiaí - Itupeva
A palavra que me representa bem é empreendedora, atuamente estou administrando o Espaço Comercial Villa Medeiros com Salas Comerciais e Coworking e investindo no Refúgios no Interior de SP. Algumas atividades agregam minha trajetória profissional como empresária no mercado imobiliário durante 15 anos (2005-2020), Corretora de Imóveis (Creci f-68203), Avaliadora de Imóveis (Cnai 22634), escritora, practitioner em pnl, web designer e especialista em Marketing.

Você Pode Gostar: